terça-feira, 8 de agosto de 2017

República Dominicana. O estranho caso das meninas com pênis


Na região de Salinas, na República Dominicana, um distúrbio genético faz com que crescesse um pénis a 90% das meninas, quando estas tinham 12 anos. Problema: estas meninas eram, na realidade meninos.

De acordo com uma investigação do programa da BBC Two ‘Countdown to Life – The Extraordinary Making of You’, as crianças tinham uma doença descrita pelos médicos como pseudohermafroditismo.

Esta mutação fez com que os bebés do sexo masculino nascessem sem um pénis e testículos. O problema é causado por uma enzima que impede a produção da hormona sexual masculina quando o feto ainda se encontra no útero.

Esta doença fez com que muitos meninos desta zona fossem confundidos com meninas. São tratados como crianças do sexo feminino, usam nomes de mulher e vestem roupas femininas. Só mais tarde, na entrada na puberdade, é que a produção de hormonas aumenta e faz com que os órgãos sexuais cresçam. É nessa que as crianças assumem o sexo masculino e mudam de nome e hábitos.

"Quando nascem, parecem meninas, confundindo os testículos com uma vagina. Só depois quando estão na puberdade é que os testículos descem e o pênis cresce", explica Michael Mosley, especialista que tem acompanhado o caso.




Fonte: https://ionline.sapo.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário